A imperdível Phi Phi, dicas da ilha mais famosa da Tailândia

Welcome to Phi Phi

Ko Phi Phi está presente em praticamente 100% dos roteiros de viagem à Tailândia, principalmente os que buscam lindas praias e baladas sem hora pra acabar. Mas não pense que esse arquipélago é feito somente aos festeiros de plantão, pelo contrário, famílias e casais são muito bem vindos para relaxar e curtir a natureza ao máximo.

As duas ilhas mais conhecidas são Ko Phi Phi Don, onde rola de tudo e Ko Phi Phi Leh, o paraíso na terra, até o Leonardo DiCaprio marcou presença por aqui. Nós passamos 4 dias em Ko Phi Phi Don e como fomos numa “vibe” mais tranquila, ficamos num hotel mais afastados da “zona baladeira” e próximo ao píer Ton Sai Bay, deixando tudo mais prático e fácil na hora de realizar os passeios.

Phi Phi Don

Phi Phi Don

Como chegar

Apesar de ser acessível somente via marítima, é molezinha:

Saindo de Bangkok pegue um voo com destino a Krabi e feche um transfer antecipado pela internet ou pessoalmente no aeroporto (carro, táxi, van ou ônibus) até o píer de Ao Nang ou Klong Jilad. Desses saem enormes embarcações à Phi Phi Don ou, se estiver em Phuket, barcos saem do Rassada ou Sea Angel Píer.

Recomendo comprar online no site Phuket Ferry (transfer + barco), simples e barato.

Vai a Krabi e deseja passar alguns dias em Railay Beach? Dá uma olhada nesses posts!

phuket ferry

Quando ir

Fomos em fevereiro e foi perfeito. Temperaturas acima dos 35 graus e nenhuma gota de chuva! Para garantir dias como esses e aproveitar muito do sol, vá entre os meses de dezembro a março, essa é a melhor época, entretanto, pode ser um pouquinho mais cara.

Fuja dos meses entre abril a novembro, fortes chuvas sem hora para acabar. Ir até as ilhas da Tailândia e encontrar monções não é um bom negócio, principalmente em relação aos passeios, muitos são cancelados devido à agitação do mar. Infelizmente, se você só tem esses meses disponíveis, torça e peça bastante a ajuda de São Pedro.

Onde ficar

Existem três áreas legais para se hospedar:

Long Beach – Ah, se arrependimento matasse! Queria muito ter ficado pelo menos dois dias nessa praia LINDA! Ela é mais indicada para casais ou família, pois fica longe de todos os agitos e alguns hotéis possuem praias exclusivas. Chegar a essa belezinha dá um pouco de trabalho mas vale a pena, o acesso pode ser feito de duas formas: através de uma hora de trilha ou pagando um transfer de long tail boat (duração de 10 minutos saindo do píer de Tony Sai Bay, custa 100 baht).

Olha a cor dessa água! Cabanas do hotel Phi Phi the beach resort

Olha a cor dessa água! Cabanas do hotel Phi Phi the beach resort

Ao Lo Dalam – Agitadíssima! Várias baladas rolando a todo o momento, aconselho o local se realmente vai atrás de festas, pois, nos bares sempre está tocando música alta e nos hotéis, animadas pool parties regadas a muitos baldinhos. A praia em si não achei bonita, água meio turva, mas ainda assim, ótima para banho em dias ensolarados.

Ao lo Dalam

Ton Sai Bay – Onde ficamos hospedados durante nossos quatro dias na ilha (Não deixe de conferir nossa sugestão). Aqui você vai encontrar acomodações e restaurantes mais baratos e o píer principal. Essa é uma excelente alternativa para quem deseja curtir em Ao Lo Dalam (apenas 5 minutos de caminhada) e ter uma boa noite de sono sem o barulho das músicas. Devido ao cais, a quantidade de barcos na praia em Ton Sai Bay é enorme, deixando-a suja em algumas partes, no entanto, a sua proximidade facilitou demais a vida com relação aos passeios pela ilha.

Barcos ancorados próximos ao píer

Barcos ancorados próximos ao píer

Não reservou o hotel antecipadamente? Sem problemas! Quando  descer do barco irá “chover” de gente oferecendo acomodações, desde quartos nas casas dos moradores a bons hotéis.

O que fazer 

Caiaque

Como em muitas praias da Tailândia, o jeito mais legal de conhecer alguns pedaços da ilha é alugando um caiaque. Vá navegar nas águas incríveis de Long e Monkey Beach. O valor por uma hora sai a 200 baht e 100 baht por cada hora extra.

Mergulho

Phi Phi possui inúmeras de escolas de mergulho, nelas, você terá aulas e tirará seu certificado de snorkel, mesmo se você nunca fez mergulho em sua vida. Imagina quanta coisa legal esse curso tem a oferecer! Preços por volta de 3000 baht.

Assistir uma luta no Reggae Bar

Diferentão, nesse bar rola todas as noites lutas de Muay Thai, onde os próprios frequentadores sobem ao ringue para o combate. Qualquer pessoa vira lutador por um dia e se vencer, ainda sai de lá com uma medalha no peito. Ninguém é obrigado a lutar, o ambiente é bem animado e enche, para pegar um lugar legal, chegue meia hora antes da primeira luta.

Muay Thai Phi Phi

Provar o sorvete na chapa

Esse é aquele famoso sorvete feito na hora, você escolhe os ingredientes que serão misturados e triturados em uma chapa até atingirem a consistência de um sorvete. Delicioso. Veja como ele é feito e o resultado:

Phi Phi View Point

Uma boa caminhada e algumas escadas te levarão a rota de fuga em caso de tsunami e um dos pontos mais legais para apreciar a vista e o por do sol em Phi Phi Don. O final de tarde é bem disputado por lá, mas sempre acha um espaçinho para boas fotos.

Phi Phi view point

Passeios imperdíveis 

Definitivamente, não deixe de fazer esses tours:

Maya Bay

Localizada em Phi Phi Leh é facilmente acessível através de long tail boat ou lanchas. Suas águas de cores incríveis atrai uma multidão todos os dias, seja um deles e vá, será inesquecível. (Todos os detalhes de nossa ida a Maya Bay)

Entardecer em Maya Bay

Entardecer em Maya Bay

Bambu e Mosquito Island

Ainda não muito procuradas pelos turistas, essas duas fantásticas ilhas ficam ao norte de Phi Phi Don e estão um pouco mais longe, cerca de 40 minutos no barco. Já vou falando: a longa viagem compensa. O mar em Bambu Island é tão azul que chega doer os olhos, e sinceramente? Essa foi a praia mais bonita da minha viagem.

Mosquito Island é destinada para a pratica do snorkel, irá se divertir com os peixes (são muitos) e tirar fotos como essa:

Mosquito Island

Mosquito Island

Bambu Island

Bambu Island

Vale a pena ir a Phi Phi?

Demais! Separe 3 ou 4 dias para aproveitar ao máximo desse espetáculo da natureza. Fuja dos bate e volta e se hóspede por lá, não irá se arrepender, você terá muita coisa legal para fazer e conhecer. 🙂

Jaqueline

Comentários Facebook